INÍCIO  >  AGENDA  >  "OS LAZARETOS TERRESTRES EM TEMPOS DE CóLERA (1884-1885)" — LAURINDA ABREU (UNIV. ÉVORA)
"Os lazaretos terrestres em tempos de cólera (1884-1885)" — Laurinda Abreu (Univ. Évora)
   02 de Março - 18 horas
Portugal sob o signo das pandemias — História e Artes | Ciclo de conferências

As conferências realizam-se online, através da plataforma Zoom. Dividido em três partes — Música, Belas-Artes e Literatura — o ciclo decorre nos meses de fevereiro, março e abril.

Inscreva-se aqui.

--

Os lazaretos terrestres em tempos de cólera (1884-1885)

Laurinda Abreu (Univ. Évora)

Os lazaretos, tal como as quarentenas e os cordões sanitários, integram o conjunto dos designados mecanismos tradicionais de combate às epidemias, cuja origem remonta à Idade Média. 

Partindo de uma análise focada nos lazaretos localizados na fronteira terrestre, nesta conferência procurar-se-á avaliar o modo como Portugal enfrentou as epidemias de cólera de 1884-85 e de 1885-86 e explicar as razões da persistência de modelos que os países desenvolvidos haviam começado a rejeitar desde o início do século. 

Nota Biográfica

Laurinda Abreu é professora de História na Universidade de Évora. A sua investigação situa-se na área da assistência e da saúde na época moderna. Dentre as suas recentes publicações salienta-se, “Health care and the spread of medical knowledge in the Portuguese empire, particularly the Estado da Índia (sixteenth to eighteenth centuries)”, Medical History, 64(4), 2020, pp. 449-466; "A luta contra as invasões epidémicas em Portugal: políticas e agentes, séculos XVI-XIX", Ler História (73), 2018, pp. 93-120; The Political and Social Dynamics of Poverty, Poor Relief and Health Care in Early-Modern Portugal, London and New York, Routledge, 2016.